Em um cenário pós-copa, uma imagem comum no Brasil é a de estádios com padrão de primeiro mundo completamente vazios. Com uma taxa de ocupação de 36% e uma média de público de 15.000 espectadores por jogo o Campeonato Brasileiro mostra sérios sinais de não atratividade para o torcedor brasileiro. Já no outro lado do continente, existe a National Football League, onde as taxas de ocupação de estádio ultrapassam os 95% e tem uma média de público de 68.000 espectadores por jogo. Além disso, o valor agregado da liga beira a casa dos 63 bilhões de dólares. Será que apenas o investimento massivo feito para a copa é suficiente para tornar o nosso futebol atrativo a ida ao estádio do torcedor Brasileiro? Ou será que muito antes de investimentos massivos existe um modelo de gestão capaz de potencializar investimentos?

Ficou interessado? Este seminário será ministrado em inglês. Venha assistir ao seminário!
Ministrante: Giovanni Ratier Padova
Data: 03/11 (sexta-feira)
Hora: 12:15
Local: Sala de Reuniões da Engenharia Elétrica