Capacitação

Os projetos externos permitem que os membros interajam com as diversas áreas de pesquisa desenvolvidas dentro e fora da universidade. Os aprendizados como trabalho em grupo, estabelecimento de metas e experiência profissional dão um diferencial ao currículo dos PETianos participantes.

Medições e simulações

Por se tratar de um projeto altamente aplicado, o PETiano trabalha diretamente na realização de ensaios e simulações, aplicando os conceitos de eletromagnetismo e metrologia na análise de equipamentos de telecomunicação.

O Projeto:

Este projeto está sendo desenvolvido pelo PETiano João Victor Tonello Ribeiro em parceria com o Grupo de Engenharia em Compatibilidade Eletromagnética (GEMCO) e o foco do seu trabalho é a medição e simulação de radiações eletromagnéticas para caracterização de dispositivos eletro-eletrônicos.

Os estudos sobre Compatibilidade Eletromagnética (EMC) representam uma importância significativa na indústria, principalmente em áreas como a fabricação de aparelhos e equipamentos de telecomunicação e sistemas eletrônicos em geral, pois são, inerentemente, geradores de interferência eletromagnética e também susceptíveis a essas interferências. Assim, é necessário que tais equipamentos consigam manter padrões aceitáveis de operação mesmo quando submetidos a perturbações eletromagnéticas.

O Laboratório

O MagLab é o Laboratório de Eletromagnetismo e Compatibilidade Eletromagnética do Departamento de Engenharia Elétrica e Eletrônica da Universidade Federal de Santa Catarina, que tem como objetivo dar apoio ao GEMCO-Grupo de Engenharia e Compatibilidade Eletromagnética, ao Curso de Graduação e ao Curso de Pós-Graduação da Engenharia Elétrica e Eletrônica da UFSC, além de ser acreditado pelo INMETRO para realizar ensaios de compatibilidade eletromagnética e segurança elétrica em equipamentos elétricos e eletrônicos.

Este projeto está sendo desenvolvido como projeto externo em parceria com o GEMCO – MagLab!

Os projetos externos permitem um contato maior dos nossos membros com com pesquisas e projetos de área acadêmica desenvolvidos nos laboratórios da UFSC. Durante o semestre os petianos se capacitam nas áreas técnicas atrevés dos projetos e pesquisas dos laboratórios parceiros, desenvolvendo também seu networking e têm uma visão mais clara da área em que querem atuar no futuro.

Progresso 75%